PEDRO BARROS DE CASTRO

Pedro Barros de Castro

Nasceu a 27 de Maio de 1999, em Guimarães. Tem 22 anos e reside atualmente no Porto. Iniciou o seu percurso artístico na Academia Contemporânea do Espetáculo de Famalicão, em 2014. Depois de terminado o seu percurso na Academia de Famalicão, ingressa na Licenciatura em Teatro-Variante Interpretação da Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo.


Dos projetos em que participou, destacam-se: “Fedra”, a partir de “Fedra” de Racine, com adaptação e encenação de Filipe Gouveia; Em setembro de 2018, trabalha com o cineasta francês Pascal Luneau, no âmbito do festival Germinal 2018, produzido pela companhia de teatro “O Cão Danado”. Participou nas leituras encenadas “Peças Novas” com direção de Nuno M. Cardoso e variados textos escritos pela primeira turma da Pós-Graduação em Dramaturgia da ESMAE, estreado em Julho de 2019 no Mosteiro São Bento da Vitória, no Porto. Em Agosto de 2019, encena uma adaptação de “1984” de George Orwell, no âmbito do intercâmbio Creativity U.K 5, em Londres. Colaborou com outras companhias em espetáculos de teatro, tal como a Momento – Artistas Independentes. Destacam-se também pequenas participações em cinema, com realizadores tais como Luís Porto e Rúben Cavaco.

Encenou o seu primeiro espetáculo intitulado “As Pequenas Coisas”, a partir da obra homónima do dramaturgo Enda Walsh, estreado a 11 de Julho de 2021 no Teatro Helena Sá e Costa, Porto. Atualmente, faz parte do núcleo principal do COLETIVO SABOTAGEM, uma plataforma de criação que pretende a criação e circulação de espetáculos e a formação de novos públicos e profissionais para o Teatro.