NÁDIA MATOS

Nádia Matos

Nádia Matos, 24  anos

Nasceu no Entroncamento em 1998. Formou-se profissionalmente no curso profissional de artes do espetáculo - interpretação, na Escola de Teatro do Colégio São Teotónio, em Coimbra, entre 2013 e 2016. Em 2021, terminou a licenciatura em interpretação na ESMAE, no Porto. Frequentou workshops de dança contemporânea com André Cabral e Renán Martins e de clown com Inês Lua. Participou num projeto de inclusão social em Itália através do programa Erasmus+ com artistas de vários países da Europa. Trabalhou com Leonor Barata, Ricardo Correia, António Fonseca, Cláudia Carvalho, Jorge Loureiro e Miguel Lança. Integrou o elenco de residência artística do projeto Cadernos de Babel – Aqui em Parte Nenhuma, direção de Paulo Capelo Cardoso, pela companhia Cão Danado, em Famalicão. Em outubro, estreou a sua primeira criação “POP-UP”, uma adaptação do texto "(A)tentados" de Martin Crimp. Participou no espetáculo CHI RHO de Harry B. Scott encenado por Afonso Molinar/Teatro à Faca na Boutique da Cultura em Lisboa.

Faz parte do elenco do espetáculo “Tivessem Ficado em Casa seus Anormais” de Rodrigo Garcia, com encenação de Paulo Calatré, uma produção Coletivo Sabotagem.