coletivo sabotagem LG GD_edited_edited.jpg

A COMPANHIA

Chamamos sabotador ao operário que abre entalhes numa tentativa voluntária e consciente de adulterar a direção de uma linha férrea e consequentemente, do caminho que nos leva até ao destino pretendido.

O COLETIVOSABOTAGEM é, portanto, um grupo de artistas que pretende olhar o objeto artístico de diferentes prismas e perspetivas, unindo-se numa ideia de espetáculo, que é comum a todos os membros envolvidos.

Juntando artistas de várias faixas etárias, alguns emergentes, outros já com provas dadas no panorama teatral português, decidimos criar este coletivo de sabotadores e sediá-lo em Ponte de Lima, no ano em que o Teatro Diogo Bernardes celebra os seus 125 anos de existência.

Sabemos, para já, que queremos seguir em frente, mantendo sempre a esperança de percebermos, um dia, se realmente existe apenas só um caminho certo a seguir. Mesmo que nós próprios, sabotadores incuráveis, abramos entalhes no nosso próprio caminho. 

Equipa